O dia…

13 07 2009

…tem mais de 24 horas.

Sei que parece estranho. Mas o dia tem mais de 24 horas. Quase fiquei louco para poder entender e fazer com que algumas pessoas entendesse. Vou usar um exemplo simples entre Brasília e Tóquio, cada um deles em um ponto do mundo.

Vamos lá, suponhamos que um acordo entre Japão-Brasil tenha de ser assinado no dia 2 para que comece a valer no dia 3. Pois bem, o Japão colocou o acordo em vigor às 00:00 do dia 2, ou seja meio-dia do dia 1 no Brasil. O Japão está ansioso para começar a validade desse acordo mas tem de esperar o Brasil assinar.

calendario Como estou trabalhando com um exemplo onde estou falando em termos “mundiais”, e sabendo que o Brasil deixa tudo para a última hora, nossa parte do acordo só foi assinada às 23:59 do dia 2. Os dois países assinaram o acordo no dia 2, porém os japoneses tiveram de esperar até o 11:59 da manhã do dia 3 para experimentar o acordo e o Brasil já conseguiu usufruir dele desde o 1º minuto. Em termos gerais Japão assinou às 00:00hs e o Brasil às 23:59 do mesmo dia, porém os japoneses tiveram de esperar 11:59h a mais.

Em termos gerais e mundiais o dia tem mais do que 24 horas por dia, dependendo da sua percepção e ponto de referencia. Nesse nosso exemplo o dia teve 35:59hs no total. Achei engraçado, e fiquei me questionando várias coisas.

Se algo tem de acontecer em 1 dia especifico, mas não em um lugar especifico, você pode ter de esperar até 49 horas para que esse acontecimento chegue. Estranho não?

Agora são:

18:00hs de segunda no Brasil

11:00hs de segunda no Havaí

09:00hs de terça nas Ilhas Marshall

Post Scriptum: “e eu que queria que meus dias fossem maiores.”

♫ Once I Loved (O Amor Em Paz) – Frank Sinatra & Antônio Carlos Jobim (2:36)

Anúncios