Vivendo o…

11 09 2009

…inexplicável

bomb Há alguns posts atrás tentei explicar o inexplicável. Agora nem vivo mais, na verdade agora vivo a felicidade de as coisas estarem em outro pé. Assim como o inexplicável. A vivência me deu o prazer de poder conviver cada vez mais com coisas que a “vã filosofia” não é capaz de explicar. Uma dessas coisas é o próprio fato de estar atualizando o blog com certa freqüência.

Tenho minhas inspirações, um tanto quanto inexplicáveis, para o que me inspira a escrever. Sempre está relacionado a pessoas, às vezes que eu convivo às vezes com pessoas que eu gostaria de conviver. Sendo assim, hoje por coincidência, estou vivendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Até quando os humanos vão tentar compreender um ao outro? Até onde ainda vamos ter de precisar de motivos e até mesmo desculpas para fazer algo? O que seria de nós (humanos) se vivêssemos um pouco mais na inconstância?

Post Scriptum: “e que tal viver no meu mundinho inexplicável?”

Anúncios




O dia…

13 07 2009

…tem mais de 24 horas.

Sei que parece estranho. Mas o dia tem mais de 24 horas. Quase fiquei louco para poder entender e fazer com que algumas pessoas entendesse. Vou usar um exemplo simples entre Brasília e Tóquio, cada um deles em um ponto do mundo.

Vamos lá, suponhamos que um acordo entre Japão-Brasil tenha de ser assinado no dia 2 para que comece a valer no dia 3. Pois bem, o Japão colocou o acordo em vigor às 00:00 do dia 2, ou seja meio-dia do dia 1 no Brasil. O Japão está ansioso para começar a validade desse acordo mas tem de esperar o Brasil assinar.

calendario Como estou trabalhando com um exemplo onde estou falando em termos “mundiais”, e sabendo que o Brasil deixa tudo para a última hora, nossa parte do acordo só foi assinada às 23:59 do dia 2. Os dois países assinaram o acordo no dia 2, porém os japoneses tiveram de esperar até o 11:59 da manhã do dia 3 para experimentar o acordo e o Brasil já conseguiu usufruir dele desde o 1º minuto. Em termos gerais Japão assinou às 00:00hs e o Brasil às 23:59 do mesmo dia, porém os japoneses tiveram de esperar 11:59h a mais.

Em termos gerais e mundiais o dia tem mais do que 24 horas por dia, dependendo da sua percepção e ponto de referencia. Nesse nosso exemplo o dia teve 35:59hs no total. Achei engraçado, e fiquei me questionando várias coisas.

Se algo tem de acontecer em 1 dia especifico, mas não em um lugar especifico, você pode ter de esperar até 49 horas para que esse acontecimento chegue. Estranho não?

Agora são:

18:00hs de segunda no Brasil

11:00hs de segunda no Havaí

09:00hs de terça nas Ilhas Marshall

Post Scriptum: “e eu que queria que meus dias fossem maiores.”

♫ Once I Loved (O Amor Em Paz) – Frank Sinatra & Antônio Carlos Jobim (2:36)